Ainda não conhece os nossos novos serviços? Vamos lá então apresentá-los.

Ainda não conhece os nossos novos serviços? Vamos lá então apresentá-los.

A partir de agora dispomos do serviço de acupuntura veterinária, que é um método de tratamento que se baseia na colocação de agulhas muito finas em determinados locais do corpo do animal. Esta terapia é utilizada como controlo de dor em diversas patologias osteoarticulares, síndromes de compressão de nervos periféricos, dor crónica, incontinência urinária, alterações na motilidade gastrointestinal, entre muitas outras patologias.

Um outro serviço que agora temos ao dispor do seu querido animal de estimação é a fisioterapia veterinária, que é uma forma de tratamento em que analisamos os movimentos e a postura do animal e utilizamos diversas modalidades para melhorar o processo de reabilitação de lesões nos tecidos, fraturas ou traumas que o animal tenha sofrido ou também como prevenção de problemas de mobilidade ou posturais.

Também temos agora para lhe oferecer o serviço de reabilitação que consiste no tratamento das doenças ortopédicas e neuromusculares que compreende, normalmente, abordagens médicas e cirúrgicas, no entanto a reabilitação física é também muitas vezes crucial para garantir a plena recuperação dos nossos animais de companhia. A reabilitação visa melhorar a mobilidade, reduzir a dor e diminuir os tempos de recuperação, melhorando assim a funcionalidade e o bem-estar dos nossos animais, podendo ser fundamental em casos como: fraturas; rutura de ligamentos; doenças medulares que cursam com dor e/ou anomalias da locomoção (como hérnias discais); doenças neuromusculares que cursam com anomalias da locomoção; doenças articulares que cursam com dor e anomalias da locomoção (como osteoartrose), entre outros.

O mais recente serviço da nossa clínica está relacionado com o comportamento do seu animal. Bem sabemos que os nossos animais de companhia, tal como nós, podem padecer de doenças do foro comportamental, que para além de prejudicarem o seu bem-estar e das respectivas famílias, as doenças comportamentais podem ainda estar na origem de variados problemas de saúde física, pelo que não deverão ser negligenciadas. As principais manifestações são as seguintes: urinar ou defecar em localizações inadequadas, vocalização excessiva, comportamentos relacionados com agressividade (rosnar, arranhar, morder, etc.), comportamentos destrutivos (destruição de móveis, de objetos, etc.), comportamentos repetitivos (perseguir a cauda, lamber excessivamente uma dada parte do corpo, etc.), entre outros. Caso o malandreco aí de casa tenha um destes comportamentos, não hesite em contactar-nos, nós podemos ajudar.